segunda-feira, 27 de abril de 2020

Cuidar em tempo de confinamento

Neste período de confinamento, para além dos muitos desafios que se colocam às crianças e jovens, há um risco acrescido de aumento de violência doméstica "oculta" e, em muitos casos, a impossibilidade de pedir ajuda.

Nesta matéria, e muito frequentemente, os professores têm um papel fundamental, quer na prevenção de comportamentos hostis, quer na identificação de situações de risco.

O documento Roteiro - 8 Princípios Orientadores para a Implementação do Ensino a Distância (E@D) nas Escolas remete, no ponto 7, para a importância de cuidar da comunidade educativa (desenvolvimento do bem-estar emocional e prevenindo o isolamento dos alunos).

Neste âmbito, e no quadro da promoção dos valores da cidadania, é também nossa responsabilidade estarmos atentos a esta questão tão sensível.

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) tem um conjunto de recursos e de canais de comunicação a partir do seu portal, sendo que os mais dirigidos a crianças e jovens são:
- APAV para jovens: http://www.apavparajovens.pt/pt/
- CARE - Apoio a crianças e jovens vítimas de violência: https://apav.pt/care/
- 4D - Programa para escolas: https://apav.pt/4d/
- Cibercrime: https://apav.pt/cibercrime/
- Formação APAV: http://www.formacaoapav.pt/

Sem comentários:

Enviar um comentário